Clube Livro

Quem está conectado

1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum


O recorde de usuários online foi de 30 em Dom 17 Abr 2011, 16:21

Últimos assuntos

» PRESENÇA DIVINA
Qua 29 Fev 2012, 03:16 por Super Tifa

» Lancei o mMEU LIVRO, e voltei a CB
Ter 27 Set 2011, 13:01 por capitaoryu

» Queimando em fogo (Vou parar de postar aqui por quê ninguém comenta!)
Sab 10 Set 2011, 23:02 por Shadow_Hunter

» Suas lagrimas estão caindo
Seg 05 Set 2011, 21:01 por Shadow_Hunter

» Oi denovo,"
Seg 05 Set 2011, 20:59 por Shadow_Hunter

» Meu Destino é te amar...
Qui 25 Ago 2011, 11:05 por Shadow_Hunter

» Sangre verme!
Seg 22 Ago 2011, 12:38 por Moonday

» Sonhos e Ilusões
Seg 22 Ago 2011, 12:37 por Moonday

» AMAR VOCÊ
Sab 20 Ago 2011, 16:13 por Shadow_Hunter

» O Sinal da Cruz
Sab 20 Ago 2011, 15:39 por Shadow_Hunter

Carregando avatar...
Usuário:
Meu perfil.
Minhas preferências.
Assinatura.
Meu Avatar.

Post's:
Tópicos que supervisiono.
Meus tópicos favoritos.
Tópicos que participo.
Últimos tópicos.

    Em relação à construção de textos

    Compartilhe
    avatar
    DouglasEagle
    Aluno
    Aluno

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/03/2011

    Respeito as Regras:
    Barra de Warning:
    100/100  (100/100)

    Pensamento Em relação à construção de textos

    Mensagem  DouglasEagle em Sex 22 Abr 2011, 08:03


    Post Original em DouglasEagle.

          Estava aqui pensando sobre as coisas, daí então pensei sobre tutoriais que lhe ensinem a escrever de tal forma, para criar por exemplo histórias, que será o foco nesse texto. Escrevi construção de textos no título porque não poderá ser apenas histórias, como contos ou até expressão de ideia, como por exemplo esse post.

    Faça isso... Faça aquilo...
          Sei lá, acho estranho pessoas dizerem o que você tem que fazer como foi dito, que isso tá errado, que aquilo não tá "nas regras de um bom escritor". Acredito também que a forma de ensino e aprendizagem varia muito de pessoa pra pessoa. Têm pessoas que aprendem de um jeito, e outras que ensinam de outra maneira.
          Tipo, dar ideias, algumas sugestões que podem enriquecer o texto, ajudar em concordância e em contexto, é totalmente aceitável ao meus olhos, acho que o escritor pode filtrar esse tipo de ajuda de maneira que isso possa adaptar e assim ele aplicar do jeito que lhe ache melhor.
          O que me refiri no segundo parágrafo, é que às vezes imagino que existam pessoas que lhe dizem o que você tem que fazer para ser um bom escritor, como por exemplo estudar uma penca de coisas ou então lhe recomendar uns trocentos livros ou livros que não fazem o seu tipo, e lhe obriga a fazer tais coisas para chegar aos pés desses caras.
    Se eles existem não sei, mas não acharia legal se tropeçasse em um deles.

    Ideias...
          O que também acontece, é que às vezes as ideias acabam desaparecendo de uma hora para outra, e se isso acontecer quando estamos fazendo algum texto que utiliza as ideias como base, daí tem a vontade de jogar fora por falta de ideia.
          Eu não acho divertido jogar fora, eu costumo guardar o texto mesmo assim, eu tenho um estilo de reciclagem de ideias, acho que isso é uma maneira divertida e interessante.
          É, provavelmente estou sendo um daqueles caras que possa te dizer o que deve fazer, mas sei lá, se quiser jogar fora, pode jogar, só não vejo necessidade de se livrar de algo que você criou com sua brilhante mente que ainda não foi totalmente desenvolvido.
          As ideias vão e vem a qualquer hora, a qualquer momento... Pelo menos comigo. Acho isso normal, já que se você tiver ideia toda hora, acaba causando um superlotamento de ideias e isso me dá uma sensação de raiva de incapacidade de conseguir pensar. Tudo bem, eu sou meio burrinho.
          Quando não tenho ideias, simplesmente acabo pensando em outras coisas da vida, como resolver tal coisa que não havia lembrado, poder caminhar por aí, aprender uma musiquinha nova, estudar pra prova que nunca estudo... Até chegar alguma ideia legal.
          Acho que se fosse pra ensinar alguém em relação à ideias, simplesmente eu diria que "não desista de suas ideias, elas um dia podem ser mais importantes"... Se você achar isso conveniente, utilize; caso não, não.

    Estilo
          Tenho certeza que existem inúmeros estilos de escrita, não me referindo totalmente ao estilo "narrativo, dissertativo, etc", e sim do jeito mesmo que o cara escreve. Um amigo meu disse que escrevo parecido ao HP Lovecraft, que nunca li na vida. Conheço pessoas que escrevem de maneira rápida, sem muita descrição; outras mais detalhadas; e por aí vai.
          Não veria motivo em escolher um estilo por obrigação, apenas acho que é essencial que você consiga escrever o que pensa no papel (e se possível, de forma organizada e compreensível). Com o tempo, acho que vamos nos identificando mais conosco e assim pondo em prática um estilo de escrita, e assim se desenvolvendo e desenvolvendo.
          Em questão do tempo, eu já tive vários modos de escrita, quando mais criança, teve uma época eu gostava de rimar as coisas até em redação de escola, eu achava isso divertido. Tem vezes que eu utilizava uma linguagem mais simbólica... No final, isso tudo é unido em um só e assim se torna um estilo próprio.
    Porém, tem vezes que não consigo me identificar com estilos de outras pessoas, assim acabo mais ou menos tendo um afastamento com certo tipo de escritores sem querer... Mas sempre se esforçando para conseguir ler as coisas.
          Eu não acho que exista pessoa que pensa totalmente igual a outra de maneira que assim, sejam duas pessoas que escrevem do mesmo jeito. Penso que o estilo é algo único de cada um, como já deu pra perceber.

    Tentando por as coisas no encaixe certo
          Eu simplesmente odeio escrever coisas no papel físico, acho mais conveniente escrever no meu próprio computador, mas aí, não tem como eu fazer isso por exemplo enquanto estou no colégio ou em algum lugar distante de casa.
          Nesses tempos, sem dúvida surge algumas ideias doidas. Eu costumo desenvolver coisas pequenas, como personagens e bases para algumas coisas e como geralmente não estou com algum caderno, deixo na cabeça mesmo. Lembro que uma pessoa recomendou a sempre levar um bloquinho de notas com uma caneta. Aí fica a critério do cara, porque por mim, eu até esqueço que tenho um.
          Organizar ideias... Fazer uma boa introdução... Uah, essas coisas ainda me perseguem. Acho que acontece por causa do perfeccionismo que pode existir em qualquer pessoa. Porém também vejo que tem gente que não tem nem um pouco disso (risos).
          Eu tenho ideias que não foram pro papel até hoje, acho que ainda está faltando fazer uma base boa para começar e conseguir fazer uma historinha legal.
          Simplesmente, é só dar um tempo para conseguir fazer as coisas do jeito que você ache melhor e que consiga, é claro.

    Afinal, estou escrevendo por que e pra quê?
          Tem vezes que eu escrevo para mim mesmo, como se fosse um treinamento e/ou exercício para a cabeça pensar e criar coisas de maneira mais nítida e conseguir passar para o papel. Tem vezes que eu realmente penso no público, pensando se eles realmente vão gostar do texto ou não.
          Mas, o ideal mesmo é que o texto seja divertido. Não no sentido de comédia, e sim, ter aquele prazer em poder ler um texto. Pra mim, pelo menos, não importa como foi redigido (desde que esteja legível), e sim que o seu resultado (a história) esteja legal (Vale re-apontar a questão de estilo, que pode causar um conflito nessa frase).
          Afinal, pra que nós escrevemos? Talvez para mostrar ao mundo (ou a você mesmo) que somos capazes de nos expressar... Ou então compartilhar alguma informação que possa ser interessante... Acho que cada um tem a sua motivação e ideal a seguir.

    Concluindo
          Penso que não é necessário fazer uma conclusão. Cada um tem o que concluir sobre as coisas... Por mim, a minha conclusão seria o conjunto das conclusões do texto todo.
          Ainda não tenho uma opinião 100% concreta, afinal, sou um jovem inexperiente. Posso estar errado, mas não deixa de ser um ponto de vista.
          Gostaria que se fossem comentar, comentem pra valer, podem criticar, estarei aguardando ansiosamente para discutir sobre essas coisas.
    avatar
    capitaoryu
    Aluno
    Aluno

    Mensagens : 40
    Data de inscrição : 18/04/2011
    Idade : 25

    Respeito as Regras:
    Barra de Warning:
    100/100  (100/100)

    Pensamento Re: Em relação à construção de textos

    Mensagem  capitaoryu em Sex 22 Abr 2011, 10:24

    olha amigo... nesse momento não posso ler, mas com certesa depois irei dar uma boa olhada nesse tópico e pelo pouco que eu li... gostei muito
    Ja né Xau!
    avatar
    aline letrista
    Aluno
    Aluno

    Mensagens : 38
    Data de inscrição : 24/04/2011
    Idade : 24

    Respeito as Regras:
    Barra de Warning:
    100/100  (100/100)

    Pensamento Re: Em relação à construção de textos

    Mensagem  aline letrista em Seg 25 Abr 2011, 13:15

    concordo com você plena mente,para ser um bom escritor não é preciso ler vários livros,e sim,produzir histórias que chamem atenção dos leitores.

    até mais
    Xau!

    Conteúdo patrocinado

    Pensamento Re: Em relação à construção de textos

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 23 Fev 2018, 09:28