Clube Livro

Quem está conectado

2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Nenhum


O recorde de usuários online foi de 30 em Dom 17 Abr 2011, 16:21

Últimos assuntos

» PRESENÇA DIVINA
Qua 29 Fev 2012, 03:16 por Super Tifa

» Lancei o mMEU LIVRO, e voltei a CB
Ter 27 Set 2011, 13:01 por capitaoryu

» Queimando em fogo (Vou parar de postar aqui por quê ninguém comenta!)
Sab 10 Set 2011, 23:02 por Shadow_Hunter

» Suas lagrimas estão caindo
Seg 05 Set 2011, 21:01 por Shadow_Hunter

» Oi denovo,"
Seg 05 Set 2011, 20:59 por Shadow_Hunter

» Meu Destino é te amar...
Qui 25 Ago 2011, 11:05 por Shadow_Hunter

» Sangre verme!
Seg 22 Ago 2011, 12:38 por Moonday

» Sonhos e Ilusões
Seg 22 Ago 2011, 12:37 por Moonday

» AMAR VOCÊ
Sab 20 Ago 2011, 16:13 por Shadow_Hunter

» O Sinal da Cruz
Sab 20 Ago 2011, 15:39 por Shadow_Hunter

Carregando avatar...
Usuário:
Meu perfil.
Minhas preferências.
Assinatura.
Meu Avatar.

Post's:
Tópicos que supervisiono.
Meus tópicos favoritos.
Tópicos que participo.
Últimos tópicos.

    (Fanfic) Pokémon - The Eterna Army

    Compartilhe
    avatar
    Dark_Absol
    Matriculado
    Matriculado

    Mensagens : 3
    Data de inscrição : 13/03/2011
    Idade : 21

    Respeito as Regras:
    Barra de Warning:
    100/100  (100/100)

    Outro (Fanfic) Pokémon - The Eterna Army

    Mensagem  Dark_Absol em Seg 14 Mar 2011, 18:55

    Nota do Autor escreveu: Olá leiores! Sou um escritor iniciante, e pretendo seguir a carreira de roteirista de jogos eletrônicos. Esse é um dos meu primeiros projetos (feito em parceria com um amigo, chamado Keven), e decidi fazer uma FanFic com ele pra ver se vocês gostam da idéia.

    AVISO! Essa fanfic contém palavreado de baixo calão e cenas de violência. Eu não estimulo tais atos, só os represento aqui pois tenho o objetivo de deixar a fic mais realista, e infelizmente eles fazem parte de nosso cotidiano.

    The Eterna Army
    Prólogo
    “Um prólogo normal para um dia normal”

    Aquele era um cômodo pequeno, abafado e escuro. Mas Jin não conseguia achar lugar melhor para dormir e pensar, para relembrar o passado e rir, do que seu adorável quarto. Dera, nascido e criado em solo humilde, o chinês nunca foi apegado ao luxo; e toda aquela riqueza da família da mãe era um nada para ele. Já tinha tudo o queria e precisava, e a partir daquele dia, estava feito – livre para seguir com suas ambições, trilhar o próprio caminho e fazer as próprias escolhas. A formatura do Ensino Fundamental aconteceria naquela noite – e era uma questão de horas até que o ruivo pudesse deixar a cidade de Eterna, onde por muitos anos esperou. Jin dobrou a beca que descansava no criado-mudo, jogou-a numa sacola e enfiou o necessário para o evento numa mochila.

    Jin sentou no colchão fofo, desarrumando o penteado rubro, de mechas volumosas. Uma antiga e empoeirada fotografia captou sua atenção na cabeceira – Ela descansava num porta-retratos de carvalho oval; provavelmente esquecida pelo ruivo. Mas ela estava ali o tempo todo.
    A cena: uma campina rural, com um lago brilhante no fundo. Pai, mãe e filho estavam ali reunidos. A esquecida face da sua querida mãe – uma mãe ocupada, sempre ausente na vida do adolescente Jin. Ela tinha os cabelos morenos e ondulados na época, e intensos e sedutores olhos negros. O garoto abriu um sorriso nostálgico ao se relembrar também do humilde pai, de barba e cavanhaque ralo, cabelo negro meio desgrenhado e olhos muito verdes. Formavam um belo casal, ele e ela. Infelizmente, o casamento não durou muito. Jin não acompanhou esse triste desfecho do relacionamento, mas teve de saber, mesmo muito longe dos pais.

    A mãe e a avó reprovavam a carreira de treinador Pokémon. O pai era a favor. O avô era meio-termo. Mas a teimosia do pequeno era notável, e nem uma montanha de ouro poderia parar o ambicioso garoto. Ali estava ele, depois de tanta espera.
    Agora, a região de Sinnoh inteira o esperava, o desbravador e sonhador, o temido ruivo que por aquelas bandas era razoavelmente famoso.

    Jin lembrou-se da época em que seus sonhos eram apenas desejos distantes.

    Jin Wanrei, ou simplesmente “Wanrei”.
    Gravem bem esse nome.

      Data/hora atual: Seg 24 Set 2018, 22:54